Fechar

Com 50 anos de actividade, a Trivalor, SGPS, S.A. é uma holding de capital 100% nacional que actua no segmento de Business & Facility Services, nas áreas de gestão integrada de serviços, serviços partilhados, saúde e segurança no trabalho, restauração colectiva, restauração pública e catering de eventos, vending, representações e logística, produção alimentar, produção industrial, segurança humana e electrónica, limpeza, benefícios e incentivos, manutenção e gestão de facilities, gestão documental e trabalho temporário e outsourcing.

A abrangente oferta de serviços da Trivalor tem como destinatários empresas e outras organizações públicas e privadas, a operar em diferentes sectores - desde a indústria aos serviços (banca, saúde, ensino, forças armadas e de segurança).

www.trivalor.pt

    Alimentar o coração!

    As doenças cardiovasculares são responsáveis por 40% dos óbitos, constituindo a principal causa de morte em Portugal. A adopção de uma alimentação equilibrada e saudável é fundamental para a prevenção destas doenças, bem como dos factores de risco associados, como sejam a hipertensão, a obesidade, a hipercolesterolémia e a diabetes.

    A Alimentação Mediterrânica tem sido reconhecida com um bom exemplo de padrão alimentar cardioprotector.

    O consumo abundante de cereais, de leguminosas, de frutos frescos e frutos secos oleaginosos, de hortaliças e legumes, porções moderadas de peixe, aves, ovos e produtos lácteos e menores quantidades de carnes vermelhas e outras gorduras animais são características essenciais deste padrão alimentar. Para além disso, a utilização parcimoniosa do azeite como gordura de adição, a par do consumo de pequenas quantidades de vinho tinto, são também características da Alimentação Mediterrânica.

    Recomenda-se o consumo dos seguintes alimentos, que se destacam pelas suas características cardioprotectoras:

    Alimentos ricos em gordura insaturada:

    A gordura insaturada pode assumir duas formas distintas: monoinsaturada e polinsaturada. A gordura monoinsaturada, presente no azeite (especialmente sob a forma de ácido oleico), reduz o colesterol total, por diminuição do LDL-colesterol (mau colesterol), evita a sua oxidação e aumenta os níveis de HDL-colesterol. Quanto à gordura polinsaturada, encontra-se nos peixes gordos (sob a forma de ácidos gordos ómega-3) e destaca-se por contribuir para a redução das taxas de colesterol total e triglicéridos sanguíneos e pela sua capacidade de reduzir o risco de formação de trombos ou coágulos.

    Azeite: aporte de ácido oleico, vitamina E (antioxidante) e fitosterois (reduzem as taxas de colesterol sanguíneo)

    Abacate: aporte de ácido oleico, vitamina E

    Óleo de girassol/milho/soja e frutos secos oleaginosos: aporte de gorduras polinsaturadas. As nozes destacam-se pelo seu conteúdo em ácido linolénico, um ácido essencial precursor dos ácidos gordos ómega-3

    Peixes gordos (sardinha, salmão, cavala, arenque): aporte de ácidos gordos ómega-3

    Alimentos ricos em fibra

    A fibra presente nos alimentos contribui para uma menor absorção do colesterol ao nível intestinal. Assim, ingerir alimentos ricos em fibra, como sejam as leguminosas, as hortaliças e legumes, os frutos e os cereais integrais (pão, arroz, massas e cereais de pequeno-almoço integrais) traduz-se numa diminuição dos níveis sanguíneos de colesterol.

    Alimentos ricos em antioxidantes

    A oxidação do LDL-colesterol constitui o principal mecanismo da aterosclerose (espessamento das artérias que dificulta a circulação sanguínea), que está na origem da maioria das doenças cardiovasculares. O consumo frequente de alimentos ricos em antioxidantes está relacionado com a diminuição da incidência deste tipo de doenças. Como exemplos de alimentos ricos em antioxidantes temos:

    Antioxidantes Principais Fontes Alimentares
    Vitamina E Azeite, amendoim, nozes, sementes de girassol, amêndoas, brócolos, gérmen de trigo.
    Vitamina C Kiwi, citrinos, morangos, batata, brócolos, espinafres, frutos silvestres, manga, tomate, uva, melão, salsa.
    Flavonóides Chá, vinho tinto, uvas, soja, cebola, laranja, maçã, alho, cenoura, brócolos, beterraba.
    Selénio Carnes, pescado, ovos, marisco, cereais enriquecidos.
    Zinco Carnes, frutos do mar, peixes, leguminosas, frutos secos
    Licopeno Tomate, pimento, melancia.
    Betacaroteno Pêssego, damasco, melão, abóbora, cenoura, batata-doce, vegetais de folha verde.

    Alimente o seu coração! A adopção de uma dieta cardioprotectora, a abstinência tabágica, a prática de actividade física e a diminuição do stress são os ingredientes principais para um coração protegido.

    Graça Raimundo

    Presidente da Associação Portuguesa de Dietistas